Consulado General y Centro de Promoción en San Pablo

Representaciones de la Argentina en la República Federativa del Brasil

Ubicación

Jurisdicción del Consulado

Sitios de interés

Feriados argentinos y brasileños

Guía de trámites consulares (Documentación Argentinos - Actuaciones Notariales - Opción Nacionalidad Argentina - Visas/Vistos para extranjeros)

Datos de contacto & Horario de Atención

Autoridades Consulado General y Centro de Promoción Argentina

Verão na Argentina - Janeiro 2014

Verão na Argentina - Janeiro 2014

Buenos Aires é o principal destino argentino para os brasileiros, mas não o único. A oferta turística de outras localidades vem, a cada ano, atraindo mais visitantes que têm motivos de sobra para ir ao país, também na temporada de verão. Conheça alguns desses motivos.

Buenos Aires ( buenosaires.gob.ar/turismo ) –

Vida cultural intensa, saborosa gastronomia e excelentes vinhos: tudo combinado com os famosos shows de tango. Isso já bastaria para a capital portenha atrair turistas. Mas ao visitar Buenos Aires é possível descobrir muito mais, a começar pelos seus distintos circuitos de compras e outlets, com enorme variedade de produtos.

As últimas tendências da moda podem ser encontradas na Avenida Alvear, em lojas refinadas de grandes marcas internacionais de roupa e sapatos, instaladas em prédios de patrimônio arquitetônico único. O Circuito Palermo Soho-Hollywood reúne os melhores estilistas de moda da cidade, muitos deles com projeção internacional. Além das lojas, vale a pena caminhar entre bares com muita personalidade e muito boa gastronomia. Uma grande feira expõe moda alternativa, ao lado de grandes marcas e de variado artesanato, na praça Julio Cortázar. Vestidos de festa, pret a porter, sapatos, bijuterias e brinquedos inundam este circuito.

Se a preferência for por objetos de arte, antiguidades, indumentária, prataria, cristais, móveis e objetos em couro, o endereço é San Telmo, onde aos domingos funciona a tradicional feira na Praça Dorrego. Entre casas coloniais e o velho mercado San Telmo (Defensa 961), é possível também se deparar – principalmente em finais de semana – com casais dançando tango nas ruas de pedra.

Outras boas opções para compras são os outlets da Avenida Córdoba, entre os números 4000 e 4900 e, mais ao sul da cidade, o bairro de Barracas.

Mais produtos e mais promoções estão nos shoppings da cidade: Shopping Alto Palermo, Shopping Paseo Alcorta, Shopping Patio  Bullrich, Unicenter Shopping, Alto Avellaneda, Abasto Shopping e Dot Baires.

Tango, estrelas e religião


Não se pode ir à Buenos Aires e não assistir um show de tango. Além de ser uma das principais atrações da cidade, a beleza e a qualidade das produções nunca deixa a desejar. Há diversas casas de espetáculos, a maioria inclui jantar no ingresso e, em algumas, é possível também ter aulas de tango.

Até 28 de fevereiro, o Planetário Galileo Galilei tem entrada gratuita para observar o céu e maravilhar-se com a visão telescópica. Também nesse período e com ingresso a 25 pesos, está em cartaz o espetáculo ‘Colisiones Cósmicas’. Palestras ao ar livre sobre diferentes temas astronômicos serão realizadas de 28 de fevereiro a 28 de março.

Desde que o argentino Jorge Bergoglio se tornou papa, o país passou a dar maior relevância ao turismo religioso. E um dos programas em Buenos Aires não poderia deixar de ser ‘Os Caminhos do Papa Francisco’, um circuito que recorre alguns dos locais onde ele viveu e estudou. Trata-se de uma proposta para conhecer os lugares que marcaram sua vida familiar, estudantil e sacerdotal.

Mar del Plata (mardelplata.gov.ar) –

Os melhores tenistas da Argentina e da Itália estarão em Mar del Plata para disputar a primeira fase da Copa Davis – de 31 de janeiro a 2 de fevereiro. O acontecimento internacional terá lugar no Patinódromo Luis A. Lugea, onde se realizou a final do torneio, em 2008. A programação esportiva do verão em Mar del Plata, inclui ainda, em fina de fevereiro, a competição “Velas Latinoamericanas 2014” (oito grandes veleiros zarpam de Ushuaia); o Jogo das Estrelas, da Liga Nacional de Basquete, com os melhores jogadores do país; o Beach Voley e o Seven de Rugby, além de campeonatos de surf, vôlei de praia e golfe.

Durante a temporada haverá, também, a Festa Nacional del Mar, a Festa Nacional dos Pescadores (oportunidade para se degustar os tradicionais pratos preparados pela comunidade italiana) e, como ocorre há 19 anos, o “Mar del Plata Moda Show”, com a participação das modelos mais importantes do país, shows ao vivo e queima de fogos no encerramento. Na parte cultural são mais de 300 espetáculos teatrais e musicais.

O turista poderá, ainda, aproveitar a natureza e a infraestrutura da cidade para praticar surf, kitesurf, mergulho, trekking, paraquedismo, parapente, pesca marítima, passear de barco, nadar no mar, divertir-se em parque aquático e ainda testar sua sorte no cassino.

Mar del Plata possui guias turísticos em braile, áudio-guias em formato mp3 gratuitos e folheteria para celíacos, com indicação de restaurantes e estabelecimentos que oferecem produtos sem glúten.

Mendoza (turismo.mendoza.gov.ar) –

O bom clima é a principal característica de Mendoza, que registra no verão temperaturas médias superiores a 30 graus, com chuvas escassas e de curta duração. Mas não é preciso se assustar com o calor: as brisas cordilheiras estão lá para amenizá-lo, sempre.

O destino promove diversos eventos e sedia festivais de fama nacional e internacional, durante todo o ano. No verão, destaque para o Rivadavia le Canta al País, que acontece no final de janeiro; e os programados para fevereiro: Festival Nacional de la Tonada, em Tunuyán, no Valle de Uco – terra de inigualáveis vinhos e do genuíno folclore mendocino –  e o Festival Nacional de la Cueca, um dos mais tradicionais festejos ao trabalho e ao canto.

Estar em Mendoza significa desfrutar de suas belezas naturais: montanhas – com destaque para o Aconcágua, o ponto mais alto das Américas (aconcagua.mendoza.gov.ar), rios e vales. Com esse cenário há diversos lugares como: Uspallata, Puente del Inca, Las Cuevas, Cristo Redentor e Potrerillos. E inúmeras possibilidades para se praticar rafting, kitesurf, windsurf, cavalgadas, trekking, mountain bike e escalada.

Para os amantes da boa gastronomia e dos bons vinhos, o destino está estruturado com restaurantes e bistrôs, tanto de luxo como estabelecimentos rurais que, de acordo com cada região, oferecem os melhores produtos gourmet e pratos que trazem a tradição europeia e crioula. Muitas destas opções oferecem alojamentos rurais, como fazendas ou vinícolas. O conforto, o descanso e as possibilidades de spa e relax combinam com bucólicas paisagens de oliveiras e vinhedos, tendo ao fundo a cordilheira. Alguns desses espaços estão preparados para a prática de esportes como polo, golfe ou cavalgadas.

 

Chubut (chubutpatagonia.gob.ar) –

Paisagens naturais; grande variedade de espécies da fauna pouco frequente, tanto no país como em nível mundial; lagos cordilheiros ideais para pesca e atividades esportivas; gastronomia tradicional como o cordeiro patagônico, os mariscos, as tortas galesas. Tudo isso reunido numa mesma província. Assim é Chubut, com alternativas para todo tipo de turista, tanto aquele que busca tranquilidade, como os adeptos da prática da pesca, dos esportes de montanha, das atividades aquáticas – mergulho, snorkeling, surf, windsurf, kitesurf e caiaque, além de cavalgadas e travessias guiadas, em bicicleta.

Na Península Valdés há distintas alternativas de praias, desde as mais afastadas e vazias, até as povoadas, como Puerto Madryn, Puerto Pirámides e Playa Unión. Mesmo não sendo possível nesta época avistar as famosas baleias, o turista se surpreenderá com golfinhos, lobos e elefantes marinhos e os também famosos pinguins de Magalhães.

Em Pirámides, nesta temporada, haverá apresentação de bandas durante todos os finais de semana e no mês de fevereiro acontecem o campeonato de Beach Handball e o tradicional torneio de Hockey Beach. O barco Regina Australe, que faz passeios em Puerto Madryn, além das duas saídas diárias – às 11 e  às 18 horas – oferece neste verão um cruzeiro noturno.

Na praia mais austral da Argentina, Rada Tilly, a 10 quilômetros de Comodoro Rivadavia, em todos os finais de semana haverá torneios e o turista pode participar como espectador ou como esportista. Puerto Patriada – lugar indicado para velejar, andar de caiaque e mergulhar – tem como novidades o passeio ‘labirinto ecológico’, no meio do vale, e a avistagem de aves na Laguna de los Buenos Pastos.

Chubut tem programadas 50 festas populares durante o verão. Entre outras, no mês de fevereiro, a Festa Regional do Trem a Vapor (de 14 a 16, em El Maitén); e a Festa do Bosque Lago Puelo (de 14 a 16, em Lago Puelo). Aliás, não se deve deixar de fazer o passeio no trem La Trochita – fabricado em 1922 – entre Esquel e Nahuelpan.

 

Córdoba (cordobaturismo.gov.ar) –

Por sua localização central, a província de Córdoba é conhecida como ‘o coração do país’. Nesta temporada de verão a expectativa é receber 5 milhões de turistas. E para eles, a Agência Córdoba Turismo apresenta as distintas regiões, sempre renovadas: Punilla, com suas localidades ao longo da Ruta 38, na qual se sobressai a Villa Carlos Paz, com oferta teatral e de paradores e entretenimentos em geral; Calamuchita, com suas localidades de perfil centro-europeu, seus hotéis butique e paisagens incríveis do pôr do sol junto aos lagos; Traslasierra e seu magnífico entorno de rios de águas tranquilas; Paravachasca, as pequenas vilas e seu rico patrimônio histórico, com Alta Gracia como seu principal atrativo; Ansenuza, com o Mar Chiquita e sua vocação de épocas douradas, junto à imensidade salgada. Há, ainda, a Córdoba Nortenha, com suas igrejas, marco de sua história, as Sierras Chicas, onde as estâncias e o golfe completam a proposta do turismo de aventura, junto a excelente gastronomia., e finalmente as Sierras del Sur, uma conjugação de ambientes rurais e serranos, paisagens, tradição e aventura.

O grande número de festas nacionais e festivais populares, de todos os gêneros – do folcore ao rock – junto à boas propostas gastronômicas, animam as agradáveis noites cordobesas.

Jujuy (turismo.jujuy.gov.ar) –

Tilcara se converte em ponto de encontro da juventude, atraída pelas propostas musicais e também pelas atividades alternativas como trekking, parapente, cavalgadas e passeios com lhamas. Mais ao sul, no centro da região dos Valles, Las Serranías del Zapla, o circuito dos Diques, as Lagunas de Yala e Termas de Reys são passeios indicados para esta época do ano. Nem bem entra fevereiro já se pode sentir o clima do Carnaval Quebradeño. De 1º a 4 de março, a animação toma conta das pequenas ruas dos povoados.

Rosario (rosario.tur.ar) –

Terra de “Che” Guevara e de Lionel Messi, Rosário é considerada a Capital Nacional do Sorvete Artesanal. Sede da largada do Rally Dakar 2014, em função do evento ganhou a remodelação do aeroporto internacional ‘Malvinas Argentinas’.

No verão a cidade ganha outro ritmo. Durante o dia a concentração de pessoas está nas praias – as de El Banquito são as prediletas dos turistas – e nos parques. Já à noite, concentram-se nos restaurantes, pubs, nos espetáculos programados para a temporada e no cassino.

A identidade de Rosario está intimamente ligada à arte e à cultura, presentes em seus museus, galerias, centros culturais, teatros, anfiteatros e até mesmo nas ruas. Vale a pena sair em busca dos artistas locais. Sempre há uma alternativa de qualidade. Do jazz ao folclore, do tango ao rock: todos os gêneros estão presentes nas noites rosarinas. Entre outros eventos programados para a temporada está o ciclo de música ao vivo no anfiteatro Humberto de Nito, que acontece até o final de fevereiro.

Não deixe de provar o tradicional “Carlito” rosarino, um sanduiche de pão, presunto, queijo e ketchup que evoluiu em uma dezena de variantes; de conhecer a Avenida Pellegrini, com pubs e restaurantes e onde se concentram as principais marcas de sorvetes; e ainda passear pelo bairro Pichincha, que além de conservar histórias da cidade, se converteu num polo gastronômico com movimentada vida noturno.

La Rioja  (turismolarioja.gov.ar) –

Todo mês de fevereiro, La Rioja comemora o sucesso da colheita dos frutos e agradece a Mãe Terra, com festa. La Chaya é a mais importante festa popular da província, celebrada nos bairros, vilas e ruas. Embora a tradição seja mantida, atualmente este evento está mais relacionado ao carnaval, que foi celebrado pela primeira vez em 1600: herança espanhola, mista com o candomblé dançado por escravos negros. Para a edição deste ano – de 14 a 18 de fevereiro – novamente o local escolhido para as apresentações musicais é o autódromo da cidade, que tem capacidade para 40 mil pessoas.

Entre outros pontos turísticos de La Rioja destaca-se a Laguna Brava, no Valle del Bermejo, habitat ideal para flamengos rosados, guanacos e vicunhas. A viagem até a Laguna Brava começa na Villa San José de Vinchina, a 330 quilômetros da capital riojana. As excursiones são realizadas com guias especializados em veículos 4x4.

A 5.500 metros sobre o nível do mar se encontra outro atrativo: o espelho d´água navegável mais alto do mundo, de cor azul profundo, com 300 metros de profundidade e cinco quilômetros de diâmetro. Essa região – frequentada por alpinistas de todo o mundo – faz divisa com a Província de Catamarca e possui um conjunto de montanhas de mais de 6 mil metros de altitude. O acesso é possível de dezembro a abril.

Paredes vermelhas e falésias do Parque Nacional Talampaya –  declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco – registram uma história de 250 milhões de anos, da época dos dinossauros e, posteriormente, do homem primitivo. De acordo com as normas da Administração de Parques Nacionais, as diferentes excursões se realizam em veículos, permanentemente assessorados por guias especializados e capacitados.

O Cañón (canyon) de Talampaya integra a região do Valle del Bermejo, a poucos quilômetros das localidades de Villa Unión e Pagancillo. Ainda sobre o tema, há réplicas artísticas, em fibra de vidro e resinas sintéticas, em escala natural, criadas especialmente para contar a história dos primeiros habitantes do Período Triásico. Um safari a bordo de um caminhão 4x4 permite disfrutar a imensidão do canyon.

Terra do Fogo (turismoushuaia.com) –

A Festa Provincial da Truta, na cidade de Tolhuin, acontece na segunda semana de fevereiro, quando os competidores podem demonstrar suas habilidades para a pesca esportiva. Já o Desafio Ushuaia Aventura no Fim do Mundo, é realizado em 8 de março.

Conhecida como a cidade do “confim do planeta” ou “do fim do mundo”, Ushuaia – capital da província da Terra do Fogo – se posicionou como a principal porta de entrada mundial ao continente antártico. A singular localização da cidade mais meridional do mundo exerce extraordinário atrativo para cidadãos de distintas partes do mundo que são atraídos pelo forte fascínio e magnetismo que ela exerce. A rica mitologia indígena e as sugestivas histórias do presídio de Ushuaia alimentam no imaginário coletivo a noção de uma terra carregada de magia e mistérios que incita a explorar e descobrir.  Desse modo, fazer trekking, cavalgar ou navegar deixa de ser um passeio convencional e faz com que o turista descubra a emoção de passar pelos mesmos lugares onde antes caminhavam os indígenas. Vale também conhecer a região dos naufrágios com todas as suas lendas e navegar por onde passaram os grandes navegantes aventureiros!

Ushuaia poderia estar localizada em um extremo do planeta, árido e carente de todo atrativo paisagístico, no entanto, a natureza foi verdadeiramente pródiga para com este lugar, que oferece um dos cenários mais belos e cativantes que se possa imaginar. Um verdadeiro paraíso já que depois de tantos quilômetros de Patagônia desértica encontra-se um lugar de grandiosas belezas naturais como um milagre da natureza que explode em toda a sua intensidade de cores e formas. Na cidade, as montanhas repletas de frondosos bosques que chegam praticamente até as águas do Canal Beagle, oferecem um marco natural imponente.

Mais de 96% do total mundial de turistas que visitam a Antártida o fazem desde Ushuaia, razão pela qual esta cidade se transformou na capital mundial do turismo antártico.

Entre os meses de setembro e abril, quando as temperaturas giram ao redor de 10º ou até mais, Ushuaia registra cerca de 360 chegadas de cruzeiros turísticos, número que consolida a cidade como Capital Hemisférica de Turismo de Cruzeiros, já que nenhuma outra cidade do hemisfério sul registra tal movimento de navios de passageiros.

Na parte cultural durante o ano há vários eventos de grande porte como o Festival Internacional de Música Clássica; Bienal de Arte Contemporânea do Fim do Mundo, Festival de Jazz, Museus, Exposições, Festivais Gastronômicos.

Tucuman  (tucumanturismo.gob.ar) –

Nesta província há festividades o ano todo. Só nos meses de janeiro e fevereiro, acontecem, entre outras: a Cavalgada da Lua Cheia, o Campeonato de Verão de Motocross , o Torneio Aberto de Polo, o Encontro de Artesãos Regionais, os Corsos de Aguilares, e o Seven de Rugby, a maioria em Tafi del Valle, cidade distante 107 quilômetros da capital, San Miguel de Tucuman. Destaque para a Festa Nacional do Queijo, um dos eventos mais famosos de Tafi del Valle, implantada pelos jesuítas e realizada desde o século 17 – este ano acontece de 20 a 23 de fevereiro.

San Miguel de Tucumán tem intensa vida cultural, em seus museus, teatros, cinemas, e agitada vida noturna, uma vez que conta com discotecas, bares, pubs e cassino.

Mas se a opção for por turismo de aventura, Tafí del Valle e seus arredores  são os locais mais indicados. Há muitas possibilidades de passeios, excursões e atividades pelas montanhas, vales e rios. Cavalgada as ruinas de los Guilmes, escaladas, trekking, mountain bike, travessias 4x4 e parapente. O espelho d´água do Dique La Angostura é ideal para a prática de surfing, kite surf, windsurf e pesca esportiva.

Catamarca (turismocatamarca.gob.ar) –

Por ser a província que recebeu todas as edições do Rally Dakar, Catamarca passou a ser chamada de ‘Capital Mundial do Dakar’. Montanhas, vales, rios, lagoas, termas e diques compõem as paisagens desta região que oferece excursões de trekking, cavalgadas, 4x4 e safáris fotográficos, além de atrativos históricos, arqueológicos e culturais, legado dos povos andinos e calchaquíes.

Declarada pela Unesco Reserva da Biosfera, a Lagoa Branca protege espécies de fauna e flora típicas. Extensões de lava e dunas onde predominam as cores amarelas, ocres e verdes são registradas nos safáris fotográficos, mountain bike e caminhadas.

Uma porta para 10 mil anos atrás para rastrear as impressões do passado mais remoto da Terra, os relatos ancestrais perduram em muros e nas rochas das muralhas próximas ao Vale de Antofagasta da Serra – são pinturas rupestres que representam a forma de vida dos ancestrais habitantes.  Cerca de 10 quilômetros ao sul está Pucará da Alumbrera, fortaleza inca amuralhada.

Principais eventos da temporada de verão: Festival Santa María a Rainha de Yokavil (31 de janeiro a 3 de fevereiro), Carnaval (21 e 22 de fevereiro) em Huillapima, Festival do Doce Caseiro (18 de janeiro) e Tradicionais Corsos (15 de fevereiro), ambos em Miraflores, Festival da Natureza (25 de janeiro / Los Angeles) e Noite dos Produtores (8 de fevereiro /  Nueva Coneta).

 

La Pampa (turismolapampa.gov.ar) – 

 

Localizada na região central, La Pampa, integra à Patagônia,  tem como capital a cidade de Santa Rosa e é uma das províncias mais novas do país – desde 1952. Entre outras festividades populares do verão a Festa Provincial do Turismo será realizada este ano de 1 a 3 de fevereiro, em Guatraché.

A Reserva Provincial Parque Luro, a 35 quilômetros da capital, é um dos principais atrativos de La Pampa, cenário de uma experiência única no país: Avistagem de Veados em Brama (parqueluro.gov.ar). A reserva natural foi declarada como Área Protegida sem aproveitamento produtivo, em 1996 e, um ano após, Patrimônio Natural, Histórico e Cultural.

La Pampa possui seis. regiões turísticas. São elas: Tierra del Cawell, Latidos del Caldenal, Caminos del sudeste , Corredor Central, Santa Rosa / Toay e 25 de Mayo/ Puelen e Chacharramendi

 

Cerro Chapelco (chapelco.com) –

Localizado na base do centro de esqui, a 19 quilômetros de San Martin de los Andes, oferece atividades de aventura, esportes de montanha e entretenimentos para adultos e crianças, sempre acompanhados de guias especializados e pessoal capacitado.

Nos próximos dias 7, 8 e 9 de fevereiro, sedia o Roc de los Andes  2014  (rocdelosandes.com)  um importante campeonato de mountain bike, de nível internacional, do qual participam amados e profissionais. O evento é inspirado no francés Roc d’Azur, o mais importante mountain bike da Europa.

Entre outros atrativos para esta temporada de verão, estão: Tobogã Patagônica: para deslizar com um carrinho em um circuito seguro, num percurso de mais de 800 metros, com curvas; Foot Golf: combina a técnica de futebol, com as regras do golfe; além de canopy, trekking, escaladas, arco e flecha, mini-golfe e high jump.

http://www.argentina.travel/pt

En esta sección

Fondo argentino de cooperación sur-sur y triangular